quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Madame Hemingway

Ernest Hemingway em 1950

Não é um livro arrebatador, daqueles que abalam as minhas estruturas, mas é agradável de ler e, muitas vezes, até comovente.
Sendo uma obra de ficção cujas personagens principais são figuras famosas, tem um razoável rigor biográfico e, sobretudo, é um pretexto para reflectir na fragilidade/complexidade das paixões e dos afectos e da incapacidade humana para os viver sem passar pelo sofrimento.


Madame Hemingway”, de Paula McLain.



Carta escrita por Hadley Richardson a Ernest Hemingway, após a separação:

Querido Tatie, de certo modo, amo-te agora mais do que alguma vez amei, e apesar das pessoas verem os votos matrimoniais de maneiras diferentes, quando disse os meus foi até à morte. Se queres saber, estou pronta para ser tua para sempre, mas como te apaixonaste e queres casar com outra pessoa, sinto que não tenho outra escolha senão afastar-me e deixar-te fazê-lo. Os cem dias estão oficialmente terminados. Foi uma péssima ideia, e agora envergonha-me. Diz à Pauline o que é que decidiste. Podes ver Bumby as vezes que quiseres. Ele é muito teu filho, e ama-te e sente a tua falta. Mas, por favor, vamos apenas escrever acerca do divórcio e não falar do assunto. Não posso continuar a discutir contigo e também não te posso ver muitas vezes, porque é demasiado doloroso. Seremos sempre amigos – amigos delicados, e amar-te-ei até morrer, sabes. Sempre tua, a Gata”.

Resposta:

Minha querida Hadley, não sei como te agradecer a tua carta tão corajosa. Tenho andado preocupado contigo e com todos nós, devido a este terrível impasse. Tratámos as coisas dum modo tão doloroso, nenhum de nós a saber como seguir em frente sem causar maiores danos. Mas se o divórcio é o próximo passo necessário, então acredito que, assim que começarmos, iremos sentir-nos mais fortes, melhores e cada vez mais iguais a nós mesmos.”
…………….
Acho que és uma mãe maravilhosa, e que Bumby não poderia estar melhor do que entregue às tuas mãos adoráveis e capazes. És tudo que existe de bom, correcto e verdadeiro – e agora vejo isso tão claramente na maneira como procedeste e ouviste o teu coração. Mudaste-me mais do que podes imaginar, e serás sempre uma parte daquilo que sou. Isso foi uma coisa que aprendi com tudo isto. Ninguém que se ame se perde verdadeiramente.

Ernest”

1 comentário:

bas ketball disse...

Unfortunately, it's not an entertaining cutscene, but later you do get the capability to buy rs gold when developing jumps from an outstanding dimension, which helps you to save your legs as the floor quickly gets nearer.