sexta-feira, 29 de abril de 2011

Combate


Combate

Manhã do mundo que não amanheces!
Tantos poetas a cantar na sombra,
E nenhuma alvorada se anuncia!
...Somos nós maus profetas no degredo,
Ou és tu, sol da vida, que tens medo
De iluminar a nossa profecia?



Miguel Torga, Diário VIII

2 comentários:

birasblog disse...

belo poema!

Mariane Neves disse...

adorei oo blog e estou seguind, me visite e siga tbm..bjos mari